Capa
Volume 33 / Fascículo 3 & 4
Julho 2010
Descarregar revista
Scans e uploads de 2010 e depois
Rua do Campo Alegre 687, 4169-007 Porto ccrosa@fc.up.pt A introdução da Tomografia de Coerência Óptica (OCT) em meados da década de 9 0 revolucionou o diagnóstico médico em oftalmologia. Após duas décadas de evolução galopante, existe actualmente uma variedade apreciável de sistemas OCT, um conjunto alargado de empresas a trabalhar no sector, e muitas aplicações candidatas à utilização desta té c nica. Neste artigo introduz-se o princípio de funcionamento da técnica OCT e as suas características principais, ilustrando- se algumas aplicações em áreas distintas.
A perfusão sanguínea é um dos parâmetros fisiológicos de maior importância na avaliação da função cerebral. Por essa razão, têm-lhe sido dedicadas múltiplas técnicas de medição, tanto no contexto de experimentação laboratorial como no âmbito das aplicações clínicas. A imagiologia por ressonância magnética nuclear oferece a possibilidade de obter medidas quantitativas da perfusão cerebral, sem recurso à administração de meios de contraste e portanto de forma completamente não-invasiva. Os spins dos núcleos de hidrogénio das moléculas de água são manipulados por meio da excitação com impulsos de rádio-frequência, de modo a produzir um marcador endógeno do fluxo sanguíneo. Com esta técnica, hoje é possível obter imagens detalhadas da perfusão sanguínea no cérebro humano, com grande utilidade não só a nível da investigação científica mas também no diagnóstico médico.
Coordenadora da DFM da SPF A Divisão de Física Médica (DFM) da SPF tornou-se, desde 2 0 0 5 e depois de um difícil e complexo processo de discussão nacional, a associação representante dos físicos médicos em Portugal. A SPF já era, anteriormente, membro da IOMP - International Organization for Medical Physics.
Instituto Tecnológico e Nuclear & Centro de Física Nuclear da Universidade de Lisboa Neste artigo, as potencialidades da utilização de feixes de iões para estudos biomédicos serão ilustradas com vários exemplos nas áreas de Toxicologia e Saúde Ambiental, Fisiologia e Patologias Humanas. As técnicas com feixes de iões permitem a análise de quantidades vestigiais de elementos nos tecidos biológicos e o seu mapeamento à escala micrométrica. Estas técnicas têm sido exploradas no ITN, desde há 3 0 anos, acompanhando activamente o progresso científico neste domínio.
A Física é já essencial no desenvolvimento de técnicas de monitorização de processos oncológicos, mas o seu papel neste tópico não se encontra esgotado. O futuro da luta contra o cancro passa pela utilização de modelos concebidos por físicos e matemáticos e que, apesar da sua natureza computacional, são desenvolvidos em cooperação com médicos e biólogos de modo a emular o crescimento de tumores. A modelação poderá representar um passo importante na direcção da existência de terapias anti-cancerígenas específicas para cada paciente. Neste artigo descrevo resumidamente algumas destas estratégias de modelação do desenvolvimento de um tumor sólido.
Edwin Abbot, no romance “Flatland: A Romance of Many Dimensions”, criou um mundo abstracto bidimensional habitado por polígonos; a novela é uma crítica à sociedade e cultura Vitorianas. Nesse mundo abstracto a duas dimensões, os hexágonos, embora pertencentes à nobreza, ocupam o nível mais baixo dessa classe social. Ora todos sabemos que não existem mundos bidimensionais povoados por hexágonos.
Apresentar a uma plateia o cientista mais famoso do mundo é emocionante, mas ainda mais excitante é fazê-lo no Royal Albert Hall em Londres. Pois foi exactamente isso que eu tive de fazer há poucas semanas. O cientista em causa era, naturalmente, Stephen Hawking e, tal como acontece com as grandes estrelas do espectáculo, todos os 5 5 0 0 bilhetes foram vendidos, e três vezes mais bilhetes teriam sido vendidos, se os houvesse.
A Royal Society de Londres, ligada ao nome de Isaac Newton e de tantos outros físicos ilustres, está a celebrar os seus 3 5 0 anos, orgulhando-se de ser a academia científica mais antiga do mundo em funcionamento ininterrupto (outras mais antigas, como a Accademia dei Lincei, ligada a Galileu, estiveram parada muito anos, ou cessaram mesmo actividade). A sua divisa é, desde o início, “Nullius in verba”, em tradução livre “Não acredites na palavra das autoridades”.
PARTICIPAÇÃO PORTUGUESA NA OITAVA EDIÇÃO DA OLIMPÍADA DE CIÊNCIA DA UNIÃO EUROPEIA EUSO 2010 (EUROPEAN UNION SCIENCE OLYMPIAD) || MEDINDO A TEMPERATURA EM ESCALAS NANOSCÓPICAS || NICOLA CABIBBO (1935-2010) || EQUIPA PORTUGUESA PUBLICA DOIS ARTIGOS NA REVISTA NATURE PHYSICS || CONECTAR SALAS DE AULA AO UNIVERSO: AS ONDAS RÁDIO || FÍSICA 2010 || PRIMENET LISBON WORKSHOP || UMA PARTICIPAÇÃO (QUASE) BRILHANTE NA XV OIBF || PROJECTO MEDEA PREMEIA VENCEDORES || INTERNATIONAL CONFERENCE ON APPLICATIONS OF OPTICS AND PHOTONICS - AOP2011)
Nos últimos anos tem-se verificado que cada vez menos alunos optam por seguir uma carreira científica, pois alegam “ser difícil” estudar as disciplinas respectivas. Urge ter alunos motivados e interessados pela aprendizagem das ciências, para bem da cultura científica e do nosso próprio futuro. Estudos indicam que para inverter a situação anterior, as práticas lectivas devem apostar na experimentação e nas novas tecnologias. Após realização de um estudo preliminar o e-lab já provou ser um excelente recurso gratuito que possui ambas as valências anteriores.
Fixem estes nomes: Vítor Cardoso e Luís Oliveira e Silva. São jovens (35 e 4 0 anos, respectivamente), e ambos professores no Dep. Física do Instituto Superior Técnico (1ST), em Lisboa, onde também se licenciaram e doutoraram. Trabalham em áreas de vanguarda - a dinâmica de buracos negros e a aceleração de partículas baseada em plasmas - para as quais fazem uso intenso de computadores avançados. E este ano foram ambos recompensados com avultados prémios do Conselho Europeu de Investigação (European Research Council, ERC), para o desenvolvimento dos seus projectos durante os próximos anos.
Sabes como funciona uma lanterna? O que é que existe no seu interior que permite acender a lâmpada quando o desejas? É fácil ver o interior das lanternas que têm a forma de um paralelepípedo achatado. Abre uma destas pilhas e desloca o interruptor para cima e para baixo. Observa o que acontece.
Em 1895 Roentgen descobriu os raios x, que começaram logo a ter aplicações médicas. No ano a seguir, Becquerel descobre a radioactividade. Os estudos que se seguiram feitos pelos Curie - Maria e Pierre - e muitos outros físicos, proporcionaram também aplicações médicas quase imediatas.

© 2016 Sociedade Portuguesa de Física