Bosão de Higgs decai em quarks b

De todos os decaimentos possíveis do bosão de Higgs, é o que tem maior probabilidade. Segundo as teorias do Modelo Padrão o Higgs decai para quarks b em cerca de 60% dos casos. No entanto, detectá-lo é tudo menos fácil, e demorou seis anos. Isto porque, quando fazemos colidir dois protões, há muitas outras formas de produzir quarks b — é muito difícil distinguir, no meio de tanto “ruído”, os que têm origem no decaimento do bosão de Higgs dos outros. Mas verificar este decaimento é importante para confirmar o modelo — e a ideia fundamental de que é o campo de Higgs que dá massa a todas as partículas elementares — ou, pelo contrário, minar as suas fundações e procurar indícios de nova física. É também muito importante para compreender qual é ainda o "espaço" livre para encontrar processos de decaimento do Higgs ainda desconhecidos. Por tudo isto, a deteção independente deste processo pelas colaborações ATLAS e CMS foi mais um passo importante na compreensão da física do bosão de Higgs.

Mais informação: Press release; Jornais PÚBLICO e Observador


Publicado/editado: 28/08/2018

© 2016 Divisão de Física de Partículas