Experiência AWAKE do CERN demonstra aceleração de eletrões com onda de plasma

Aceleradores de partículas convencionais, mesmo os mais avançados como o LHC, aceleram os seus feixes através da aplicação de campos elétricos em cavidades de radiofrequência. Estes campos são limitados a cerca de 0.1 Gigavolt por metro, limitando na prática a capacidade de construír aceleradores de muito alta energia sem recorrer a máquinas gigantescas. Uma técnica promissora para ultrapassar estas limitações é a aceleração por ondas de plasma. Um grupo de cientistas, incluindo alguns portugueses, anunciou na última edição da revista Nature que, pela primeira vez, se conseguiram acelerar electrões numa onda de plasma gerada por um feixe de protões. Esta demonstração fez-se na AWAKE (Experiência de Aceleração Avançada, ou Advanced WAKEfield Experiment) do Laboratório Europeu de Física de Partículas (CERN).


Publicado/editado: 04/09/2018

© 2016 Divisão de Física de Partículas